Artígos

O Vitupério de Cristo

 

Com toda certeza,Cristo sofreu e sofreu muito. Sinceramente somente com a força de Deus é que ela conseguiu suportar todo o sofrimento de Jesús, seu filho, na carne, e Deus no Espírito. Mais felizmente, tanto ela como os demais seguidores de Jesús não tinham, como a maioria dos povos do mundo não tem o conhecimento do real sofrimento de Jesús desde o momento em que seu suor transformou-se em sangue (Naquele momento a agonia de Jesús foi enormemente profunda por ter sentido o peso do pecado do mundo cair sobre si.

Hoje é provado pela ciência que um ser humano sob exagerado stress, pode-se romper os vasos capilares, fazendo com que o suor seja misturado com o sangue). A seguir, veio a prisão. Foi levado para o julgamento nas caladas da noite e lá, foi esbofeteado. (começando a tortura física). Levado à Pilatos, que sendo pressionado pelos Sumo-Sacerdote e todo o povo judeu, pensou que o açoitando e o entregando a eles, todos ficariam satisfeitos. 

Novamente foi esbofeteado, depois, amarrado a um tronco pelas mãos que ficavam por cima de sua cabeça, passou a ser açoitado por um chicote com várias tiras de couro que levavam em suas pontas uma peça de chumbo pesada, que nos primeiros açoites, cortavam a pele, a seguir, com a continuidade da tortura, cortavam os capilares sanguíneos, tudo isso, em suas  costas e pernas. 

Os demais açoites, cortavam os músculos e artérias fazendo com que surgissem hematomas e um forte sangramento. Fisicamente, perdendo tanto sangue, começava a suar frio e sua pele toda dilacerada, se tornava um bolo misturado com sangue. Nesta altura, Jesús já estava quase morto. Mais não ficou só nisso, era pouco, o espetáculo precisava continuar. 

Jogaram-no ao chão e sobre suas costas um manto que colou sobre suas feridas. Mas precisavam vituperá-lo ainda mais, colocando sobre a sua cabeça uma coroa de grandes espinhos que furaram os vasos capilares (a cabeça e a pele que envolve nossa caixa craniana, é a parte do nosso corpo que mais possui vasos sanguíneos,os capilares). Sabemos que pela tradição romana, o condenado não podia se apresentar diante do povo daquela maneira, daí o soldado ter batido em sua cabeça para aprofundar mais os espinhos e logicamente a sua dor. 

Porém, não param por aí. Tiram o manto que estava enrolado no corpo do Senhor para vestirem a sua túnica, mas quando fazem isso, o manto já estava todo colado em suas feridas, promovendo assim, uma dor quase que insuportável ao nosso Senhor e Salvador Jesús Cristo. Arrancando junto com o manto uma grande parte da massa que se havia formado pelos violentos açoites.

Para Pilatos, parecia que isso seria o suficiente para agradar aos judeus, porém, quando o apresentou aos judeus, o povo, insuflado pelos sacerdotes e anciãos gritava para que fosse crucificado. Como sabemos, Pilatos se sentindo pressionado e para que o problema não viesse para ele, (embora já fizesse parte do processo), entregou Jesús para ser crucificado. Amarraram suas mãos ao tronco, ou seja, a parte horizontal da cruz, pois muitos pensam que Jesús já saiu para ser crucificado levando em seus ombros toda a cruz. Porém, não era assim o costume da crucificação entre os romanos. 

O tronco vertical permanecia fincado no lugar preparado para o sacrifício. Quando prenderam as mãos do Senhor ao tronco, a dor foi terrível, pois as farpas do tronco penetraram em seus músculos e nervos e mesmo com todo esse sofrimento, caminhou 800 metros até ao Gólgota. Durante o trajeto, tombando, pois estava acima do limite do suportável pelo ser humano, um homem chamado Simão (Cirineu), foi compungido a ajudá-lo a levar o tronco que pesava cerca de 50 kilos.

Neste presente momento em que estou escrevendo ou melhor, narrando o caminho do vitupério de Nosso Senhor e Salvador Jesús Cristo, sinto realmente um grande pesar em minha alma e meus olhos lacrimejam. Precisei parar de escrever durante alguns instantes para continuar a narrativa. Logo, o guarda pegou um cravo de ferro de ponta quadrada e o cravou em um de seus pulsos, entre nervos e ossos e vasos sanguíneos e depois no outro pulso da mesma forma provocando dores que se estendiam para os dedos e para os ombros até a coluna. 

Depois foi levantado para ter seus pés transpassados, sendo colocados sobre uma pequena base de madeira de forma que, as pernas não permanecem semi-eretas, para que seus joelhos ficassem curvados. Primeiro o pé direito e depois o pé esquerdo sobre o direito e foram cravados. 

Na posição em que Jesús ficou, seus pulmôes eram comprimidos e quando tentava respirar, praticamente não conseguia, pois quando o Senhor tentava se apoiar nos pés para se levantar um pouco e conseguir o ar necessário, suas costas com os nervos e carne expostos, não suportava tamanha dor. E algumas frases que foram ditas por Jesús, como: “Pai, perdoai-os por que não sabem o que fazem”! “Mulher eis aí o teu filho e filho eis aí a tua mãe”, (para o adolescente João) e “Pai a ti entrego o meu espírito”! Foram alcançadas nesses momentos em que mesmo com dor insuportável, o Senhor conseguia esticar as pernas para respirar e aspirar pronunciando as frases que acima foram escritas. 

Creio que nesta caminhada que por alguns minutos tentamos imaginá-la juntos, na qual sofremos grandemente e passamos a dar maior valor, ou melhor dizendo, ter a real certeza do vitupério, dor e sacrifício do Filho de Deus, nossas vidas irão mudar Passamos a ter outra ótica acerca do sofrimento e morte do Senhor Jesús.

Que Deus nos ajude através da graça que Jesús fez nascer na cruz, (QUANDO O SOLDADO FOI CONFERIR SE JESÚS ESTAVA MORTO OU NÃO, CRAVOU-LHE NO COSTADO SUA LANÇA E SAIU SANGUE E ÁGUA. E NÓS SABEMOS QUE SÓ QUANDO A MULHER GRÁVIDA DÁ A LUZ É QUE A ÁGUA SE MISTURA COM O SANGUE. NAQUELE EXATO MOMENTO, JESÚS ESTAVA FAZENDO NASCER A SUA GRAÇA "FAVOR QUE NÃO MERECÍAMOS" E QUE A PARTIR DAQUELE MOMENTO, NASCEU E FOI CRESCENDO E CRESCE ATÉ AO DIA DE HOJE, E, POR MISERICÓRDIA, ESTAMOS ABRIGADOS NELA GRAÇA).

PORQUE A LANÇA NÃO FOI DIRECIONADA PARA A CABEÇA OU PARA O CORAÇÃO?

PORQUE NA CABEÇA EXISTE O CÉREBRO QUE COMANDA TODOS OS SENTIDOS E COMANDA O RESTO DO CORPO E O CORAÇÃO QUE INTERNACIONALMENTE É CONHECIDO COMO O CENTRO DA VIDA. E QUANDO O ESPÍRITO SANTO NOS VISITA, ÊLE É O PRIMEIRO A SENTIR 

O PULSAR DA VIDA DE JESÚS DENTRO DO NOSSO SÊR. GLÓRIA, GLÓRIA, GLÓRIA A DEUS!

O Velho

Indique esta página