Artígos

Isto é uma divisão da CCB?

O momento atual é o mais delicado da história da Congregação!

 

Não apenas por este movimento que está existindo, mas principalmente pelo o que ainda está por vir.

Não é novidade para os mais antigos que algumas denominaç˘es há muitos anos atrás se desvincularam da CCB. Por exemplo, posso citar a Assembléia de Deus que foi fundada por um companheiro de missão do irmão Louis Franciscon, e que durante algum tempo congregaram juntos, porém, discordaram em alguns pontos de doutrina e cada um formou a sua denominação. Como se sabe e poderá ser pesquisado, o irmão Louis, fundou em outros países aproximadamente dezessete denominaç˘es.

Sabemos que a Graça de Jesus Cristo com a guia do Espírito Santo, ficou na Congregação de forma maravilhosa, pois existia a simplicidade, humildade, verdade e amor no nosso meio. Contudo, a graça sempre esteve e estará também em outras denominaç˘es, pois a mesma não é privilégio de nenhuma em especial. Nos dias atuais, mesmo havendo ruptura e vários ministérios dentro da Assembléia de Deus, ela é considerada a maior denominação evangélica do Brasil. É importante salientar que, mesmo que haja discórdia entre os seus Pastores, todos pertencem Ó Assembléia de Deus. Deste modo, não levam problemas para os membros que estão buscando a salvação e não são discriminados por fazerem parte de ministérios diferentes. Antes, são considerados irmãos em Cristo.

Há quarenta e dois anos, a Maranata se desvinculou da CCB e hoje, possui mais de um milhão de membros. Ou seja, proporcionalmente ao tempo de existência de ambas, a Maranata cresceu mais. Conheço um servo de Deus desta denominação que vive realmente a graça de Jesus Cristo.

Infelizmente não é o que acontece entre nós!

Pergunto ao irmão e a todos os que visitam este site: Existe união forçada? Imposta? É claro que não! 

Por quê então, o ministério formado pelo conselho de anciães de São Paulo insiste em anunciar para toda a irmandade que na Congregação existe unidade de Espírito, quando na prática ela não é verdade?

O que é chamado de unidade no nosso meio, nada mais é, do que vestirem uma camisa de força em todos em nome de Deus. Oitenta e cinco por cento dos anciães no Brasil, conforme relato pessoal de anciães que conheço não estão de acordo com as decis˘es do Brás. Mas preferem se calar com medo de serem massacrados em tribunal formado pelo conselho do Brás, e, liderado pelos quarenta mais velhos.

Na verdade, não existe divisão! Mas apenas servos e servas de Deus que nasceram e foram criados dentro da CCB e que não aceitam mais a forma com que o Conselho de anciães do Brás vem conduzindo a mesma, decidiram como membros continuar na CCB, mas fora do controle humano e do 'SISTEMA' CCB. 

Continuam professando a mesma fé e doutrina, bem como, a liturgia. 

Não há cabimento que no século presente onde todas as pessoas que querem, sejam cultas e de um vasto conhecimento literário, fiquem presas aos dogmas impostos por meia dúzia de pessoas que se julgam representantes de Deus na terra.

Estar em Cristo é viver em liberdade! Liberdade de consciência plena. Tendo conhecimento profundo de sua fé e salvação, que é pessoal e intransferível. Não se deixando conduzir por meros homens que se julgam superiores espiritualmente. Porém, pela arrogÔncia e soberba se tornaram condutores cegos.

Se pararmos para analisar o que está acontecendo com a CCB e a Assembléia de Deus que estão completando o centenário da denominação, perceberemos que as duas, estão em profunda crise interna. E ambas afundadas em um grande lamaçal de denúncias que partem de dentro das mesmas.

Assistindo um pastor da A.D. comentando tudo o que está acontecendo dentro da convenção, na CCB só muda o nome para conselho, o então, Pastor, denunciou publicamente os maiorais que fazem parte da convenção, dizendo inclusive, que os mesmos usam a convenção de forma política para demonstrar poder, controlando os seus pastores, que em sua maioria são pessoas tementes a Deus e sinceras no cumprimento de seu ministério. Que dizem que ele (pastor) havia fundado uma nova denominação. O que refutou, mostrando que permanecia membro da A.D. Porém, sem estar debaixo do jugo dos que detêm o poder na convenção. Ou seja, continua amando toda a irmandade, mas usando um novo nome na denominação que criou. Assembléia de Deus Ministério Vitória em Cristo. Denunciou todos os que se dizem líderes, mas que na verdade, procuram somente o poder, para manipularem os pastores e membros.

É a mesma coisa que está acontecendo na CCB. A corrupção dos anciães mais velhos, os que controlam a CCB no Brasil e no mundo. Colocam seus filhos, genros e netos. Amigos e os bajuladores, mas com um diferencial terrível! Usam o nome de Deus. Pois sabem que o povo é místico e credo, e, com medo de blasfemar contra o Espírito Santo, aceita e evita fazer comentários a respeito, mesmo sentindo dentro de si, que Deus não está naquela confusão. O nepotismo é a marca da CCB. Principalmente nos últimos quinze anos. Procure saber quantos filhos, genros, noras, cunhados e cunhadas, primos e sobrinhos das famílias Couri e Santin estão no ministério! O irmão irá se escandalizar. 

Por isso, muitas congregaç˘es estão se separando da administração do Brás!

E continuará este movimento, pois os que possuem a visão de Deus, Homens e mulheres, já perceberam que não tem porque o Brás determinar tudo no Brasil e no mundo. O irmão já entendeu que todos os irmãos da zona oeste que estavam se destacando diante do povo em várias regi˘es, foram arrancados de seus ministérios? Procure saber o porque de todo ancião Presidente pertencer a Zona Leste!

Por quê todo ancião Presidente é Paulista?

Segundo alguns anciães com os quais conversei, disseram que os Paulistas receberam mais luz de Deus do que os servos dos outros estados. Ou seja, Deus escolheu os paulistas, como o povo de Israel foi escolhido e separado. E pensam ainda que, dentre eles, existem também os Levitas! Famílias especiais que Deus separou para o templo. Para o ministério. Parece loucura, porém, é a verdade. Só não enxerga quem não quer!

DECISÃO:

Se o irmão não sabe, fique sabendo que, quem decide tudo hoje na CCB é o departamento Jurídico, principalmente no quesito de excluir alguém do ministério. Existe sempre nas reuni˘es do Conselho de anciães do Brás, um membro do departamento jurídico que dá a última palavra, embora já combinado com os principais do Conselho. É triste, mas é a mais pura verdade!

Enquanto isso, o povo que só toma conhecimento do que o conselho passa para o mesmo, diga-se de passagem, sempre de forma distorcida para justamente queimar e não dar a chance de defesa para quem foi excluído, usado pelo conselho. Começa o processo de difamação e calúnia da "rádio peão"(como no dito popular: "Quem conta um conto, aumenta um ponto". Ou seja, após varias vezes contado, se torna totalmente deturpado) que existe na CCB, pois a mesma não possui como as demais denominaç˘es, rádios ou emissoras de televisão.

Dizem no dia a dia do povo em geral que ninguém suporta 15 (quinze) dias de manchetes sobre algum escÔndalo em que a pessoa ou pessoas estejam envolvidas. Porém, na CCB, não há quem resista os comentários maldosos a respeito de um desafeto do conselho de anciães. É pior do que rastilho de pólvora. O conselho força uma reunião dos mais velhos do país, dependendo do caso e da pessoa, e, a seguir, passa para os mesmos o que devem explicar para a irmandade. Você crer que existe melhor meio de comunicação do que este?

Quem é que convive constantemente com a irmandade e é tido como o anjo da Igreja?

Quem é que pode passar de forma natural, demonstrando inclusive, pesar em suas palavras sobre o ocorrido e ainda demonstrar piedade, pedindo oração pelo excluído?

O irmão e os leitores deste site poderão tirar as suas próprias conclus˘es! 

Pois sei que na maioria das vezes, são pessoas cultas e com mais entendimento espiritual.

Quando o ancião da sua região passa esta situação para a irmandade, fica claro que os homens que comandam a CCB não tiveram a luz necessária para lidar com o que aconteceu em Jandira, Município de São Paulo. Mas por permissão de Deus para que o povo deixe de ser guiado por meros homens e busque a Deus em Espírito e Verdade.

Pelo o que tomei conhecimento, pois devemos sempre ouvir os dois lados, os anciães de Jandira em momento algum quiseram dividir a CCB, mas sim, usar as prerrogativas concedidas pelo próprio Estatuto da Congregação. Inclusive, os irmãos que foram ordenados, sabiam de tudo. Desde o início, os três sabiam que a decisão de orar foi tomada pelo conselho formado pelos anciães de Jandira. Não são inocentes!

Se o irmão procurar se informar, tomará conhecimento de que muitos filhos dos anciães que formam o conselho do Brás, foram ordenados saindo muitas das vezes, de pequenas salas de oração para grandes congregaç˘es. A maioria dos irmãos do ministério do Brasil sabe de tudo isso, mas prefere ficar falando escondida e se omitir do que se expor e ser arrancado do ministério. O Status faz bem ao ego! Entre lutar pela verdade arriscando o ministério ou ficar quieto e manter o status, com certeza, fica com a segunda opção.

Essa mania de dizer que quem não estiver satisfeito que vá embora, não é bem assim! Até mesmo nas empresas que são formadas por Sociedade An˘nima, e outras, a lei ampara a minoria. Quantos servos de Deus que nasceram na Congregação estão sendo expulsos por não aceitarem a determinação do sistema? Vários! Inclusive os anciães de Jandira. Contra eles estão usando o argumento de que fazem parte de uma entidade secreta (maçonaria), o que não é verdade. E desta forma, por falta de conhecimento da irmandade e por acreditar sempre no que lhe é passado pelo ministério, ninguém procura saber a verdade dos fatos. É melhor acreditar no ancião, pois ele é o anjo da igreja! Falam sempre assim. Não existe fundamento bíblico para se dizer que somente o ancião é o anjo da igreja. O anjo da igreja é quem Deus confirmou para estar a frente da Congregação. Este argumento é usado pelo conselho de anciães para amedrontar o povo e criar um diferencial no ministério que é a hierarquia.

Porém, o conselho de anciães do Brás, não respeita de forma literal a mesma, pois sabemos de muitos casos em que os anciães mais novos e que são filhos de anciães influentes, passam a frente dos mais antigos. Posso citar uns casos decididos recentemente pelo conselho do Brás em relação ao interior e capital.

Por exemplo:

Na Região de Itapetininga, o ancião mais antigo, irmão Reinaldo, que atende a Col˘mbia, esteve em São Paulo e conseguiu colocar seu filho, também ancião, de apenas quatorze anos de ministério, como seu sucessor nas viagens. Preterindo (deixando de lado) o segundo mais velho de mais de vinte anos de ancião. Trata-se do irmão João Vieira dos Santos. Conhecido por todos como João Du.

Na capital o ancião filho do irmão Jorge Couri, já viajou para a Europa orado pelo Brás e pago pelo mesmo todas as despesas, foi orado novamente e irá para a Itália. Passando a frente de milhares de anciães que são mais antigos, mas não são filhos do irmão Jorge ou outro que faça parte do Conselho do Brás.

Citei apenas dois casos! Mas poderia citar milhares casos piores espalhados por todo o país. Porém, não trará edificação.

E assim, eles vão fazendo segundo os seus malvados coraç˘es, maldades sem contas na Congregação. Porém, quem questionar tais decis˘es como estas, será excluído do sistema CCB.

Até quando isto vai continuar? A maioria prefere usar o seguinte termo: Quem cuida da sua Obra é o Senhor! É mais fácil a omissão do que defender a verdade e cobrá-la, mesmo que seja sacrificado. Pois omissão é crime diante das leis dos homens e muito mais diante de Deus.

Depois querem cobrar dos irmãos que estão procurando servir ao Senhor de coração sincero, por não estar dando satisfação ao sistema CCB. É uma vergonha!

 

Todos devem congregar onde sentir!

Estas congregaç˘es que não fazem parte do relatório, fizeram uma ótima correção. Ou seja, as irmãs podem aprender e tocar outros instrumentos de música como no início da Obra. Quando tocava entre muitas, a esposa do irmão Jorge Couri. E procuram tornar a CCB mais transparente. Pois o Brás é uma caixa preta a qual ninguém tem acesso. 

Por quê criar inimizade entre os membros? 

Como escreveu o Apóstolo Paulo, um planta outro rega, mas é Deus quem dá o crescimento.

Aquele que diz: Eu sou da CCB do Brás ou de qualquer outra sigla, porventura não é carnal? Pois quem é a CCB Brás ou quaisquer outras? Senão apenas denominaç˘es criadas pelos homens e sujeitas as leis do país! Lugar aonde se busca o poder e se luta por ele.

Quem está na graça não está preocupado com denominaç˘es, porém, em lutar para que cresça dentro de si, a essência da graça de Jesus Cristo, através de suas qualidades. Não seguem denominaç˘es e muito menos os homens que procuram incentivar a discórdia entre os irmãos. 

Quando visito alguns sites e vejo que irmãos estão se desrespeitando através de palavras escritas, em nome de uma sigla, dói a minha alma. A que ponto chegam determinados homens para manter o poder. Jogam irmãos contra irmãos em nome de Deus!

O irmão sabe quantos são excluídos ou abandonados por não se curvarem diante do sistema criado pelo Brás, por ano? Aproximadamente 30.000 (trinta mil)! Isto mesmo. O Prazer do Senhor é restaurar, porém, o do homem carnal e que quer manter o poder através da força, é excluir.

Nos dias de hoje é inconcebível que um pequeno grupo consiga manobrar a maioria absoluta. E, graças podemos dar ao Senhor que vem abrindo os nossos olhos espirituais para não sermos guiados por meros homens, mas pela sua Santa e Pura Palavra.

Já no Velho Testamento foi profetizado que chegaria dia em que não haveria necessidade de um irmão dizer para outro irmão o caminho que deveria seguir. O que estava certo ou errado, visto que, o Senhor mesmo, escreveria pelo Espírito (fogo) na tábua de carne dos nossos coraç˘es a sua vontade.

Bem firmados neste princípio, sigamos o Mestre Jesus Cristo, rumo a Sião Celestial, não olhando para aqueles que desejam mandar em nossas vidas, mas com toda a liberdade que Cristo nos tem concedido, procurando amá-lo de toda a nossa força, entendimento e coração. Em outra oportunidade, escreverei mais sobre o pensamento da maioria dos anciães do Brasil.

 

Deus lhe abençoe!

O Velho

Indique esta página