Artígos

Maldição Genealógica

genes

 

Muitas e muitas vezes me perguntavam por que nascem crianças cegas, com distúrbios mentais, paralíticas, com doenças degenerativas e etc.Durante muitos e muitos anos, busquei de Deus uma resposta convincente, mas sempre que passava para as pessoas que me perguntavam a minha visão, alguns concordavam, e outros não. Mas agradeço a Deus, pois não faz muito tempo, Ele me revelou o real motivo para todas essas mazelas. Contudo, sei que mesmo que tente explicar, ficará no campo da Fé. E a Fé, não é para todos! Logo, sem querer ser pretencioso, mas apenas um servo inútil, deixarei escrito a revelação que Deus, por misericórdia, me mostrou:

Por que, existiu o dilúvio?

Por que Deus se arrependeu de ter criado o homem? 

Invertendo as perguntas, que estão escritas nas Santas Escrituras, veremos que tudo chegou a esse extremo, porque o ser humano recebendo de Deus o livre arbítrio, e, não se contentando em fazer a vontade do Senhor, passou a reger a sua vida através das suas próprias vontades e desejos carnais. Buscando preencher suas vidas com os prazeres da sua carne e não procurando preenchê-las com a presença do Senhor nosso Deus!

Conforme está escrito no livro de Gênesis, o Ser-humano passou a Ser-des-humano, praticando atos absurdos. Passou a dominar o seu proximo através da força física, mental e espiritual.  Por otro lado, como também está escrito no livro de Gênesis, Os filhos de Deus (os anjos materializados), se apaixonaram pelas filhas dos homens e a possuiram, nascendo os chamados gigantes e homens de fama.

Nessa época, então, a terra estava totalmente tomada pela violência, como está escrito, também em Gênesis, e Deus se arrependeu de ter criado o homem!Mas como Deus tinha desde antes da fundação do mundo um projeto a respeito do ser-humano, decidiu dar continuidade ao seu projeto através do justo Noé e sua família, mandando-o construir uma arca, por Fé. O que prontamente, começou a construir, pois conhecia a voz de Deus. E mandou que ele apregoasse o Dilúvio. 

Assim, pelo Dilúvio, Deus exterminou a maldade e a violência da terra e abriu um novo caminho para o homem, através da Arca da Salvação.

Porém, como Deus criou seres-humanos e não robôs deixou para os mesmos, o livre arbítrio. E pelo mesmo, como algo ruim que desceu do céu, junto com Luz-Bel ou Lúcifer, a vaidade, a maldade e a violência, tudo recomeçou de novo. Todas estas coisas aconteceram antes da Lei e dos profetas. O interessante, é que, mesmo estes espíritos continuando a possuir os seres humanos, Deus jamais desistiu do homem! O projeto de Deus é inabalável! Mesmo que Ele tenha que mudar muitas vezes os homens.

De Adão a Abrão, passaram aproximadamente, dois mil anos.

De Abrão e os profetas, até Jesús Cristo, passaram também, aproximadamente, dois mil anos.

De Jesús Cristo, até ao dia de hoje, passaram, aproximadamente, dois mil anos.

Com certeza, algo muito importante da parte de Deus, está para acontecer na terra.  

Você pode estar perguntando! O que tem tudo isso que o irmão escreveu com o início deste artigo?

É verdade! Apenas estou tentando esclarecer o porquê de tudo a respeito do que começei escrevendo. 

Continuando...

Durante o tempo da Lei e dos profetas, Deus disse: Eu cobro as iniquidades dos pais, até a quarta geração. 

E o que tem isto a ver com o que você escreveu?

Muitas vezes, passamos por problemas como os que escrevi logo no início, e não sabemos o motivo e logo falamos que não entendemos como pode Deus dizer que é tão bom e ao mesmo tempo permitir que crianças nasçam e cresçam com tantos problemas e sofrimentos? 

Porventura, sabemos ou temos conhecimento de todas as coisas que nossos antepassados fizeram?

Será se o nosso tataravô ou tataravó, matou alguém, violentou, cegou, aleijou e cometou outras barbáries mais? 

Lógico que não sabemos e na maioria das vezes, nem queremos saber. Quando muito, tomamos conhecimento de algo, até as nossas bisavós!

Deus não criou nenhum ser-humano deformado! 

As crianças começaram a nascer com deformidades, em função da cobrança das violências praticadas pelos chamados seres humanos racionais. Que não ouvindo a Voz de Deus, continuaram praticando todo o tipo de violência e perversidade contra o seu próximo, em função de adquirirem o poder. Nunca se importando de que forma e a que preço. E se esqueceram que tudo tem preço!

Tanto para a Maldição, quanto para a Benção, sobre a qual escreverei em outro artigo.Se plantarmos vento, colheremos tempestade, certo? 

Você então pergunta: Então, nós ou nossos antepassados é que serão e são culpados das crianças sofrerem, nascendo, cegas, aleijadas e etc.? É isso mesmo! 

Sem criticar ou julgar, religião, filosofia, fé de qualquer pessoa, tenho que explicar o que escrevi. E para tal, terei que citar alguns argumentos e que poderei ser mal interpretado

Já vi colado em muitos veículos, um adesivo, escrito assim: “Reencarnação, Questão de justiça!” Creio que quase todas as pessoas já leram este tipo de adesivo! 

 

Porque escrevem isso?

É porque acreditam que todas essas mazelas que estão no mundo e que acontecem não só com as crianças, mas como também com muitas pessoas, são carmas, ou seja, estão pagando ou recuperando o que fizeram nas encarnaçôes passadas, não é verdade? 

Jesús Cristo, falou assim: Vós errais, por não conhecerdes as Escrituras!

O que Ele quis dizer com estas palavras?

Que se não conhecermos as Santas Palavras de Deus, em espírito, estaremos sempre errando. E o Senhor não deseja que permaneçamos no erro, não é verdade?Quando a pessoa não conhece as Escrituras Sagradas, ou as conhecem em parte, erram profundamente, porém sem querer. Por puro desconhecimento, ignorância (no sentido de ignorar, desconhecer), acreditando em palavras soltas dentro das Escrituras. 

Mas, quando Deus abre os nossos olhos espirituais, então, passamos não só a conhecer, como também, entender as Santas Escrituras Sagradas.

Os adeptos da reencarnação pensam assim, porque não conhecem toda a Escritura. Não conhecem a maldição genealógica, que é Bíblica, que Deus cobra as iniquidades dos pais, nos filhos, até a quarta geraçãoMas alguém pode perguntar: Por que eu ou meu filho (a) temos que sofrer por algo que meus antepassados fizeram?

É verdade! Nossa mente não consegue alcançar isso de forma alguma. Mesmo sabendo que o sofrimento aperfeiçoa o Homem ou mulher de Deus, dessa maneira, não! 

Meu amado (a) em Cristo: Todos os seres humanos que praticaram e praticam iniquidades, na hora da partida deste mundo, não são os anjos do Senhor que vêem buscá-los, e, sim, os espíritos da morte. E quando são levados pelo espírito da morte, vão para o Hades (lugar da morte), que é dividido em quatro partes. Como está escrito no Salmo 16. Diferentemente do que está escrito, Eles vêem seus corpos serem corrompidos (desfeito, desgastados e apodrecidos), bem como, o sofrimento de sua descendência, por tudo que fizeram de mal. Vivem o verdadeiro inferno!

Esta maldição genealógica, só o Filho de Deus, Jesús Cristo, o Senhor, que pagou as nossas dívidas a Deus e que cravou a cédula do pecado na Cruz e verteu o Seu sangue expiador (para cobrir) na cruz, é quem pode desfazê-la.  

Quantas e quantas famílias que se dizem cristãs, sofrem com esta maldição e não sabem o porquê! Preferem falar: É por que Deus quer. Por isso, estamos passando e enfrentando todas estas coisas horríveis!

 

Não é verdade! 

Não existiu verdadeiramente uma conversão a Deus por Jesus Cristo, para Salvação. Mas sim, para solução de problemas de diversas ordens, tais como: separação, problema familiar, com filhos, problema financeiro, decepção, traição, porém, não a conversão para salvação eterna.

Quando existe conversão para salvação, para vida eterna, a maldição genealógica, é quebrada, na hora, pelo poder do sangue de Jesus Cristo.

Não existe na terra, nada mais poderoso do que o sangue expiador de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo

O saldo que Ele deixou na cruz, dá para pagar qualquer valor! Mesmo que sejam maldiçôes deixadas por antepassados que tenham praticado as iniquidades. 

Por isso, Jesus Cristo disse: Eu sou a porta que conduz ao céu! E disse também: Eu sou o caminho, a verdade e a vida, e ninguém vem ao Pai senão por Mim.

Cada chamado líder religioso, que forma uma religião, segundo seu entendimento, cria preceitos, forma de conduta moral, ética, forma de vestir e etc.

Fazem o arruamento de acordo com as suas convicçôes!

O Senhor Jesus Cristo, quando foi elevado ao céu, deixou aberto um caminho que não dá para ser visto com os olhos naturais e sim com os espirituais. 

Mas os religiosos fazem o arruamento do que não vêem e não conhecem, como se tivessem este direito, e o interessante, é que cada um faz segundo seu próprio entendimento!

Uns fazem muito largo, outros, mais ou menos e alguns, fazem o arruamento tão estreito, que nem eles mesmos poderão passar. 

Para finalizar, se o ser humano através de reencarnação pudesse chegar ŕ perfeição, Jesus Cristo, morreu debalde (por nada). Não deixaria o mapa da salvação desenhado no seu corpo de sofrimento.

Não teria morrido e ressuscitado, para se fazer as primícias dos que dormem com a certeza da salvação!

Muitos altruístas como, Buda, entraram pelo caminho da resignação, pois o mistério Jesus Cristo, ficou oculto para ele e tantos outros, que morreram e seus sepulcros até ao dia de hoje, são visitados.

Por isso, Jesus Cristo, é o filho de Deus, o verbo que se fez carne e habitou entre nós, e vimos a Sua Glória e Verdade. 

Ressuscitou de entre os mortos, após ter ido ao Hades pregar aos espíritos dos que morreram (pois quem detinha o império da morte, era Satanás, por haver vencido o homem), mas Cristo, sendo verdadeiro homem e verdadeiro Deus, venceu o império da morte, como está escrito: aniquilando o diabo, e todos os que estavam no Hades e creram na sua pregação, foram para o Paraíso dos espíritos dos justos aperfeiçoados (como está escrito em Hebreus 11, para que sem nós, aqueles que vieram depois de Jesus Cristo, e ficaram na graça, eles não fossem aperfeiçoados.

E depois que foi elevado ao céu, e todos os que creram Nele e o aceitaram como único e pessoal Salvador e que partiram deste mundo, partiram com a certeza da vida eterna.

Um despertar glorioso, para Honra Eterna. 

E para aqueles que não creram e por isso, não O aceitaram e nem O aceitam, “um despertar de tristeza e des-honra, de morte eterna.

Que o Senhor se apiede de todos nós. Amém. 

O Velho

Indique esta página