Notícias

14/11/2017Terremoto mais mortal de 2017 abala Irã e Iraque

O terremoto mais mortal de 2017 atingiu o Irã e o Iraque na noite do último domingo, matando pelo menos 402 pessoas.

Com magnitude de 7.3, o epicentro do tremor foi registrado no oeste do Irã, cerca de 30 quilômetros da cidade de Ḩalabjah, no Iraque, e há 20 quilômetros de profundidade.

De acordo com a CNN, a mídia estatal iraniana reportou que 295 iranianos foram confirmados mortos e 6.650 feridos. New York Times relata que a maioria das mortes aconteceu em Sarpol-e Zahab, na província de Quermanxa, no oeste do Irã.

No território semiautônomo do Curdistão, no Iraque, pelo menos 7 pessoas morreram, de acordo com autoridades locais em entrevista à CNN. O ministro da saúde do Iraque disse que ao menos 535 iraquianos ficaram feridos.

Ambos países ainda avaliam os danos, mas o terremoto já bateu um recorde cruel neste ano. Com 402 mortos, o tremor ultrapassou o terremoto que atingiu a Cidade do México em setembro, que tinha matado 369 pessoas.

Baseado na localização do sismo, próximo à fronteira do Irã com o Iraque, é provável que ele tenha sido causado pela colisão de duas placas tectônicas: a Arábica – que apoia a península Arábica, o Iraque, a Síria e a Jordânia – e a Euroasiática, sobre a qual fica o Irã.

A uma taxa menor que 1 centímetro por ano, a placa Arábica desliza em direção noroeste para embaixo da placa Euroasiática e forma uma zona de subducção sob o oeste do Irã. A colisão pode parecer lenta, mas é o suficiente para moldar a Cordilheira de Zargos, uma cadeia de montanhas de 1,5 mil km que cruza o oeste do Irã e o noroeste do Iraque.

Essa junção geológica hostil pode gerar enormes abalos sísmicos, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos. Em 27 de novembro de 1945, um terremoto de magnitude 8.0, que aconteceu ao longo dessa falha, provocou um tsunami no Mar da Arábia e no Golfo de Omã. A inundação matou mais de 4 mil pessoas.

Fonte: National Geographic Brasil

Indique esta página
Poderá também gostar de:
img
ONU questiona “relacionamento tóxico” com...
img
Privatização da água ameaça meio ambiente e saúde...
img
Brasil regulamenta redução de gás que destrói...
img
Mudança climática também gera terreno fértil para...
img
86% dos adolescentes em estudo têm vestígios de...
img
Meio ambiente em 2018: ‘agenda de arrepiar’ no...
img
Contra poluição, Alemanha cogita transporte...
img
A misteriosa água-viva de apenas dois centímetros...
img
Mineração de bitcoins deve consumir mais energia...
img
Ritmo de aumento do nível do mar pode triplicar...
img
O futuro dos testes científicos em...
img
Primeira Reserva Indígena do Ceará é entregue ao...
img
Cientistas desenvolvem ‘plástico’ ecológico feito...
img
SP e outras 10 cidades do mundo que podem ficar...
img
Turismo ameaça ecossistema das Ilhas Galápagos,...
img
Energia solar é redução drástica na conta de...
img
Ibama apreende 430 kg de mercúrio e suspende...
img
Privatização da água ameaça meio ambiente e saúde...
img
Sete mortos e mais de 250 feridos em terremoto em...
img
Bolívia declara estado de emergência por causa de...
img
Campanha incentiva reciclagem de...
img
Alimentos feitos de insetos fazem sucesso na...
img
As 3 teses que tentam explicar como a febre...
img
MPF descobre leilão ilegal de terras indígenas...
img
Fóssil de animal com corpo de aranha e cauda de...
img
Plantar 20% a mais de árvores é arma poderosa...
img
Pesquisador defende transformar devastação do Mar...
img
Aplicativo conecta pessoas para preservar...
img
Quem foi um dos mais importantes investigadores...
img
Falta de chuvas e Superlua deixam canais de...
Page 1 of 691
Mais Notícias...